Enfrento, e reconstituo os pedaços, a gente enfeita o cotidiano - tudo se ajeita.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

então, o ano está chegando ao final e e como é de costume,vou fazer uma pequena retrospectiva do meu ano. e que ano, não ? sem sombra de dúvidas não foi o melhor, mas também não foi ruim. uma das coisas que mais aprendi esse ano é que nem tudo precisa estar perfeito pra você ser feliz, precisa estar do jeito que deve ser, por que nada é por acaso. Deus nos deu o presente mais lindo e precioso do mundo e não tivemos que pagar nada por isso, ele nos deu o dom de viver, e a vida é tão linda pra se jogar fora, mesmo com seus altos e baixos. esse ano não foi o melhor, certo, mas foi o ano em que eu mais aprendi. aprendi, por exemplo, que decepções são coisas mais que normais, e todos nós vamos passar por isso inúmeras vezes. aprendi também, que até aquelas pessoas que eu achava conhecer, que me abraçavam e choravam comigo, podem me decepcionar, mas isso não quer dizer que elas sejam ruins, eu prefiro acreditar que elas não fazem as coisas por mal, ou não gostam de você como você pensa. elas te decepcionam pelo simples fato de serem humanas, assim como eu. aprendi que eu não conheço ninguém cem por cento, mas ninguém me conhece assim também, nem eu mesma me conheço *o*  comecei o ano de 2010 amando alguem, amando muito, e até agora ainda estou, isso é bom por que vou entrar em 2011 sem precisar de esquecer ninguém, pois aprendi também a esperar menos das pessoas, não mudar por ninguém, não exageradamente, sorri sempre. Entretanto, sou humana, dei meus vacilos e acho que isso vai ou não acontecer pra sempre, ninguém é perfeito certo, descobri que não posso agradar a todos, mas fazer o que, chorei por muitas coisas.. tristeza, raiva, dor, felicidade, saudade, nervoso e até chorei sem saber o porque. mas sorri e ri muito também. aprendi que todos temos nossos dias de tristeza. aprendi muuuuuuuuuuuuuito com os meus inumeros erros, meus graaandes defeitos e meus milhares de medos. descobri que a felicidade me consome. morri de saudades de saudades de uma escola que estive quase a vida inteira, mas aprendi a conviver com novos dias, novos lugares, velhas pessoas e novos e bons amigos, e como são bons. descobri que o tempo e a distância podem sim atrapalhar uma grande amizade, mas o que se tem guardado no coração e na mente nada pode mudar, e nada melhor que cultivar ótimas memórias *-* é, foi um ano e tanto. pode até não ter sido o melhor, mas sem dúvidas vai deixar saudades. queria agradecer por todos que passaram esse ano comigo, fizeram parte dos pequenos e grandes momentos. as vezes é triste se "despedir" de um ano assim, por que proximo ano, serão novos erros, novos acertos ( ou velhos) serão novas responsabilidades, eu só espero ter as mesmas pessoas comigo, espero ter paz, amor, dinheiro,  esperança, e além de tudo, espero que minha fé jamais acabe... que eu faça de cada problema um jeito novo de viver, que meus sorrisos sejam mais intensos, que minhas lágrimas passageiras, e que o ano de 2011 venha detonando 2010 e sendo bem melhor que ele..


"se chorei ou se sofri, o importante é que emoções eu vivi" 

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Véspera de natal.
Você que nunca ouviu falar em maldição, nunca viu um milagre, nunca chorou sozinha num banheiro sujo, nem nunca quis ver a face de Deus, então você não é eu.

Mas não importa o que estivesse acontecendo nas nossas vidas, eu podia me imaginar deitada ao seu lado na cama no fim do dia, te abraçando enquanto nós conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.



                Amor não resiste a tudo, não. Amor é jardim.        Amor enche de erva daninha.


Não é amor. É melhor.


Eu não quero ter 85 anos e ver meus netos dizerem " Ewww. O vovô fez uma merda, imbecil". Eu prefiro que eles digam " Uau cara, você é insano".
                                    johnny depp


Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, gente burra e quem não sabe mentir direito.
 

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Pedaços de papel rasgado em cima da mesa de um bar.
Não fume, não beba, não viva, não pense em sonhar. 
Eu tenho tudo que eu não quero e quero tudo o que não posso ter. Vamos falar de você..
Mas eu amo você.  Eu amo você. De verdade.
Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro.  
Eu confesso, tá dificil, tá complicado, eu tô sentindo medo. Mas eu tenho que te pedir uma coisa. Não deixa tudo isso terminar, não deixa virar nada, não se perca, não queira me perder.
Não quero pensar besteira, não pensar na verdade. Ou construo o que quero saber, ou não preciso saber de nada. Só não posso perder meu tempo pensando nisso, porque pensar demais faz a gente desistir.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Me ama. Me protege. Me ajuda. Me faz rir. Me faz chorar.
Me ensina. Me explica. Me desanima. Me anima.
Me conforta. Me faz querer ser melhor.
Me faz sorrir ao ouvir a voz no telefone.
Me zoa. Me elogia. Me deixa boba.

[...]
Me completa.
bb. 

Estou aqui não porque deva estar, nem porque me sinta cativo nessa situação, mas prefiro estar contigo a estar com qualquer outra pessoa.
Mas gosto, gosto das pessoas. Não sei me comunicar com elas, mas gosto de vê-las, de estar a seu lado, saber suas tristezas, suas esperas, suas vidas. Às vezes também me dá uma bruta raiva delas, de sua tristeza, sua mesquinhez. Depois penso que não tenho o direito de julgar ninguém, que cada um pode — e deve — ser o que é, ninguém tem nada com isso. Em seguida, minha outra parte sussurra em meus ouvidos que aí, justamente aí, está o grande mal das pessoas: o fato de serem como são e ninguém poder fazer nada. Só elas poderiam fazer alguma coisa por si próprias, mas não fazem porque não se vêem, não sabem como são. Ou, se sabem, fecham os olhos e continuam fingindo, a vida inteira fingindo que não sabem.

Limite branco - CFA

 Uma parte de mim quer cuidar de você. Uma parte que quer te entrelaçar entre o corpo e fazer carinho nos seus cabelos até você dormir. Uma parte que quer te desejar um ótimo dia, e que quer estar perto pra te abraçar nos momentos em que você pensa coisas ruins que te deixam mal. Uma parte que quer estar perto pra te ver sorrindo com suas vitórias. Uma parte que está com você ainda que em pensamento, mas está... uma  parte que fica pensando em como vai ser seu dia. Sabe, às vezes olho pra você e queria entender o que me faz ficar tão encantada. Se são seus olhos, seu sorriso. Não sei. Sei que me encanta, me paralisa. Me deixa totalmente sem voz, sem chão, sem ar. . Queria dizer mais, dizer o quanto você me encanta, me apaixona. Mas só consigo dizer o mesmo, sempre. Eu te amo muito 

Eu quero: Ver seu sorriso todas as manhãs. Beijar você quando eu quiser. Segurar sua mão. Pensar em você o tempo todo. Te dizer o quanto eu te amo e o quanto eu não quero te perder.

ainda seria voce

— Eu poderia ser qualquer coisa que você quer. Você só me diz o que você quer e eu serei isso por você.
— Você é idiota.
— Eu poderia ser isso.

domingo, 12 de setembro de 2010

CALMA... tenho dito a mim mesma todos os dias.
- Eu preciso te encontrar.
- Eu também preciso.
- Precisa me encontrar?
- Não, preciso me encontrar. Eu me perdi em uma dessas madrugadas de insônia, quando o vento batia forte me levando tudo. Me levou embora de casa, do meu mundo, me levou embora de mim mesma. (...)

terça-feira, 24 de agosto de 2010

É por isso que não conto às pessoas sobre nós. Eles não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque sei em meu coração como é real. Quando penso em você, não posso deixar de sorrir, sabendo que você me completa. Eu te amo, não só agora, mas sempre, e sonho com você, e não importa o que o futuro traga, você sempre será minha felicidade, e sei que minha vida é melhor por causa disso. ♥

sábado, 14 de agosto de 2010

sujestões para atravessar agosto.

Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada paciência e fé. Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro- e também certa não-fé, para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco.É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data. Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. Este é um ponto importante:ir, sobretudo, em frente.
Para atravessar agosto também é necessário reaprender a dormir,dormir muito, com gosto, sem comprimidos, de preferência também sem sonhos. São incontroláveis os sonhos de agosto: se bons, deixam a vontade impossível de morar neles, se maus, fica a suspeita de sinistros angúrios , premonições.Armazenar víveres, como às vésperas de um furacão anunciado, mas víveres espirituais, intelectuais, e sem muito critério de qualidade. Muitos vídeos de chanchadas da Atlântida a Bergman; muitos CDs, de Mozart a Sula Miranda; muitos livros, de Nietzche a Sidney Sheldon. Controle remoto na mão e dezenas de canais a cabo ajudam bem:qualquer problema , real ou não, dê um zap na telinha e filosoficamente considere, vagamente onipotente, que isso também passará. Zaps mentais, emocionais, psicológicos, não só eletrônicos, são fundamentais para atravessar agostos. Claro que falo em agostos burgueses, de médio ou alto poder aquisitivo. Não me critiquem por isso, angústias agostianas são mesmo coisa de gente assim, meio fresca que nem nós. Para quem toma trem de subúrbio às cinco da manhã todo dia, pouca diferença faz abril, dezembro ou, justamente, agosto. Angústia agostiana é coisa cultural, sim. E econômica. Mas pobres ou ricos, há conselhos- ou precauções-úteis a todos. O mais difícil:evitar a cara de Fernando Henrique Cardoso em foto ou vídeo, sobretudo se estiver se pavoneando com um daqueles chapéus de desfile a fantasia categoria originalidade...Esquecê-lo tão
completamente quanto possível agrava agosto, e isso é tão grave que vou mudar de assunto já.
Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se avida não deu, ou ele partiu- sem o menor pudor, invente um.Pode ser Natália Lage, Antonio Banderas, Sharon Stone, Robocop, o carteiro, a caixa do banco, o
seu dentista. emoto ou acessível, que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto, viajar por ilhas do Pacífico Sul, Grécia, Cancún ou Miami, ao gosto do freguês. Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros,
juras, projetos, abraços no convés à lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados.
Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se , e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques-tudo isso ajuda a atravessar agosto. Controlar o excesso de informações para que as desgraças sociais ou pessoais não dêem a impressão de serem maiores do que são. Esquecer o Zaire , a ex-Iugoslávia, passar por cima das páginas policiais. Aprender decoração, jardinagem, ikebana, a arte das bandejas de asas de borboletas- coisas assim são eficientíssimas, pouco me
importa ser acusado de alienação. É isso mesmo, evasão, escapismos, explícitos.
Mas para atravessar agosto, pensei agora, é preciso principalmente nãose deter de mais no tema. Mudar de assunto,digitar rápido o ponto final, sinto muito perdoe o mau jeito, assim, veja, bruto e seco.

Caio Fernando Abreu. 

domingo, 8 de agosto de 2010

Eu te salvei. Eu corri inúmeras vezes por você. O problema é que o nosso adeus não existe, você não pode se livrar de mim assim. Eu vou estar na sua mente, no seu corpo, na tua visão e quando você perceber eu vou ser a sua vida. Se você quiser eu posso voltar a tempo, posso te salvar mais uma vez,

mesmo querendo ir embora, não consigo parar de pensar.. que nosso adeus não existe.

sábado, 7 de agosto de 2010

Hoje eu estou naquele café, usando a mesma camisa xadrez, fumando meus cigarros, em uma noite gelada. Eu não encontro suas mãos e as minhas estão frias, como costumava ser meu coração. Estou procurando seu sorriso enquanto penso no nosso passado, agora penso se existe ou não um futuro, dai vem a dor. Você é a pessoa mais certa pra mim, mas não vamos trocar nenhuma palavra enquanto escrevo na minha pele: "eu quero você comigo, eu quero tudo como antes"
Eu te salvei. Eu corri inúmeras vezes por você. O problema é que o nosso adeus não existe, você não pode se livrar de mim assim. Eu vou estar na sua mente, no seu corpo, na tua visão e quando você perceber eu vou ser a sua vida. Se você quiser eu posso voltar a tempo, posso te salvar mais uma vez,

mesmo querendo ir embora, não consigo parar de pensar.. que nosso adeus não existe.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Veja o mundo por seus olhos. Tenha a sua percepção. A opinião dos outros é de autoria deles. Esqueça eles um pouco. Importe-se com você. Com sua opinião. Com o que você tem de original. Você é seu exemplo. Esqueça um pouco do que eles vão pensar ou falar. Você não pode esconder quem é. Seja sua palavra, sua atitude, seu mistério, seus gestos, sua pronúncia, seu gosto, sua opinião. Que seja seu.

    

domingo, 25 de julho de 2010


O que mais doi, é te ver distante, é te ver longe, é ver que querendo ou não, algumas coisas mudaram. Queria poder de mostrar o quanto eu te amo, e tentativas em vão, foram as que eu tentei viver sem ti. Depois de você, ficou estranho tentar chamar qualquer outra de melhor amiga. Eu ainda te tenho em mim, e assim vai ser sempre, eu prometi.

Bianicole

quinta-feira, 15 de julho de 2010

 
Signo de Virgem
Faz de conta que você tem uma empresa e acha que o seu sócio está te roubando e você precisa ter certeza e para isto, você terá que mexer em todo o compexo livro caixa ,numa busca pelos ultimos três anos de lucros da empresa.Que chato,não? Não para um virginiano. Minúcias , detalhes, cálculos complicados, deixe tudo para ele. O virginiano é muito organizado, e não só no sentido de casa impecável e limpa ,mas sim na organização mental. A capacidade de concentração destas pessoas é impressionante e se você resolver mentir para eles, espero que seja bom, porque eles vão somando detalhes , expressões de rosto e friamente vão dizer na sua cara: Você mentiu!E vão explicar o porquê. Dá ódio.Não se esquecem de nada, anotam tudo, conseguem ser pontuais e obedecer a rotina de uma maneira perfeita. Espiem só a agenda de um virginiano típico: 07:15-o despertador toca e o virginiano reza, não se esquecendo de agradecer o aumento que ganhou e os 3 kgs que conseguiu perder. 07:20-O virgianiano vai para o banheiro e faz xixi, em seguida cocô ,usa 7 vezes o papel higiênico(mesmo sabendo que tomará banho em seguida), e aperta duas vezes a descarga , pois tem pavor de resíduos. 07:25-o virginiano entra no chuveiro e molha bem os cabelos e depois de bem molhado, ele passa o shampoo , esfregando bem e enquanto o shampoo age, ele escova os dentes com a escova elétrica. Enxagua os cabelos e a boca, e repete as duas operações(cabelos e dentes) por mais um minutos e novamente enxagua.. Em seguida esfrega com a esponja vegetal as partes mais ásperas do corpo(cotovelos,calcanhares ,joelhos) e depois com o sabonte antibacteriano ele lava axilas, solas dos pés, e partes pudentas. Depois lava o restante do corpo com o sabonte liquido hidratante e enxagua tudo com a água fria porque tonifica os músculos. Sem medo de ser feliz, lava o rosto com o sabonete para peles mistas.
Depois… E por aí vai… Sexualmente eles usam o lado b, então fazem o sexo com muito beijo molhado, saliva, palavrões ,tapas, ou seja o chamado ’sexo sujo’, porque é ali que eles se soltam.
Não se esqueçam que todo mundo tem um lado b, mas o do virginiano é quase c. As mulheres são excelentes esposas e namoradas mas são exigentes demais, detalhistas, do tipo que se o coitado deixar a toalha molhada em cima da cama ela surta. São excelente executivas, secretárias, médicas e cobradoras de ônibus. E quando discutem a relação é péssimo, porque fazem um apanhado dos ultimos 5 anos, sem perder nenhum episódio de briga e ofensas, repetindo até frases e insultos. Mas o virginiamo em geral é bem asseado. Se você estiver na cama com algum deles e tiver com mau hálito, chulé ou um cheiro forte debaixo do braço…ele fala na sua cara e te manda para o banho.E Se você quer um sexo filme pornô, pegue alguém deste signo.O que é excitante pois eles tem uma aparência distinta e tímida, mas…ui! Claro, mas com muita higiene. E tem todos os remédios do mundo ..São hipocondríacos. São capazes de tomar Imosec antes da feijoada.

domingo, 11 de julho de 2010

01. Pagar bebiba pros seus amigos. 02. Pegar num tubarão. 03. Dizer “eu te amo” sentindo amor de verdade. 04. Abraçar uma árvore. 05. Achar que vai morrer. 06. Ficar acordado a noite inteira e ver o nascer do sol. 07. Não dormir por 24hrs. 08. Cultivar e comer os teus próprios vegetais. 09. Dormir sob as estrelas. 10. Mudar a fralda a uma criança. 11. Ver uma estrela cadente. 12. Ficar embriagado. 13. Doar coisas pra caridade. 14. Olhar para o céu e achar o cruzeiro do sul. 15. Ter um ataque de riso na pior altura possível. 16. Fazer uma luta de comida. 17. Apostar e perder. 18. Convidar um estranho para sair. 19. Fazer guerrinha de papel. 20. Gritar o mais alto que puder. 20. Pegar num cordeiro. 21. Andar de montanha russa. 22. Dançar como um louco e não se preocupar se estão olhando. 23. Falar com sotaque por um dia inteiro. 24. Estar mesmo feliz com a tua vida. 25 Ter dois drives pra pc 26. Conhecer o teu país. 27. Cuidar de alguém embriagado. 28. Ter amigos fantásticos. 29. Dançar com um estranho. 30. Roubar uma placa/sinal de trânsito. 31. Fazer um passeio de noite na praia. 32. Ficar de coração partido mais tempo do que se esteve realmente apaixonado. 33. Sentar na mesa de um estranho num restaurante e comer com ele. 34. Imitar uma vaca. 35. Fingir que se é um super-heroi. 36. Cantar karaoke. 37. Mergulhar. 38. Beijar na chuva 39 sentir a chuva acima da cintura. 40. Brincar na chuva. 41. Apaixonar-se e não ficar de coração partido. 42. Visitar locais ancestrais. 43. Dormir de conxinha 44. Entrar num filme. 45. Ser penetra numa festa. 46. Ficar sem comer 5 dias. 47. Morrer de fome até dormir 48. Fazer uma tatuagem. 49. Receber flores sem razão. 50. Representar num palco. 51. Gravar música. 52. Ter um caso de uma noite. 53. Guardar um segredo. 54. Cantar bem alto no carro e não parar quando perceber que tem gente olhando. 55 Sobreviver a um acidente que se podia ter morrido 56. Perder dinheiro. 57. Cuidar de alguém com dor de cotovelo. 58. Mentir e se sentir mal 59. Partir o coração a alguém. 60. Fazer um piercing. 61. Andar a cavalo. 62. Pagar um mico, e sair na mesma hora. 63. Comer sushi. 64. tirar um dos primeiros lugares no colegio 65. Mudar a opinião de alguém sobre alguma coisa em que acreditas profundamente. 66. Fazer de um inseto um animal de estimação. 67. Seleccionar um autor importante que não trabalhou na escola e lê-lo. 68. Comunicar com uma pessoa sem partilharem um língua comum. 69. Escrever a sua própria linguagem no computador. 70. Pensar que está vivendo um sonho. 71. Pintar o cabelo. 72. Salvar a vida de alguém.
eu queria passar nem que fosse uma semana dentro do seu abraço colada no seu espaço…
“Não se afobe não que nada é pra já, o amor não tem pressa ele pode esperar.” Chico Buarque
Eu quero um colo, um berço, um braço quente em torno ao meu pescoço, uma voz que cante baixo e pareça querer me fazer chorar. Eu quero um calor no inverno, um extravio morno de minha consciência e depois sem som, um sonho calmo, um espaço enorme, como a lua rodando entre as estrelas.
Não desista, vá em frente. Sempre há uma chance de você tropeçar em algo maravilhoso. Nunca ouvi falar em ninguém que tivesse tropeçado em algo enquanto estava sentado.
e eu sei que a estrada é longa

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Tu disse que se importava.
Que porra de importância é essa que eu não vejo? Tu mente apenas para arrancar-me sorrisos, esses por vez sinceros e tão cautelosos para não soarem plastificados.
Eu acreditei nessa importância e acreditei quando tu disse que seria alguém que não iria mentir e que sempre me abraçaria ao cair da escuridão.
Sinto-me como uma criança com três anos de idade, escondida atrás da porta da sala ouvindo conversa adulta, quando então alguém solta aquela frase que você tanto teme em ouvir, mas ai já foi, basta correr e se afundar entre travesseiros e sentir mais frio a cada infeliz lágrima que insiste em escorrer [...]

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Gosto de gente de verdade. Se você não consegue ser, por favor, não perca o seu tempo comigo. Sempre fui de me dar assim, refazendo verbos, iniciando frases, completando palavras. E quando alguma coisa falta, tudo bem, existe abraço que fala, olhar que entende, sorriso que é cúmplice. A gente precisa perder a mania de complicar as coisas. Sei que escrever é bonito e viver às vezes dá um trabalhão. Me complico também, não pense que não. Mas sou toda de verdade, entende? Por mais que saia da boca alguma coisa com um quê de inverdade, os olhos nunca traem o que faz meu coração bater ou ficar mudo. E ele perde a voz muitas vezes. Ou fica rouco. Louco. Coração, você sabe, é um pouco temperamental e difícil de conviver, ainda mais o meu.
O que eu peço é que você seja sempre de verdade também. Que me queira assim, imperfeita e cheia de confusões. Que saiba os momentos em que eu preciso de uma mão passando entre os fios de cabelo. Que perceba que às vezes tudo o que eu preciso é do silêncio e do barulho da nossa respiração. Que veja que eu me esforço de um jeito nem sempre certo. Que veja lá na frente uma estrada, inteiramente nossa, cheia de opções e curvas. E que aceite que buracos sempre terão. O que eu peço é que você me veja de verdade. Que não queira a melhor mulher do mundo. Que você olhe dentro de mim e veja o que eu sou, com meus momentos de sabedoria, esperteza, alienação e ingenuidade, porque eu nunca vou saber tudo. E entenda que de vez em quando faço questão de não saber nada. Que você note que eu faço o melhor de mim e vezenquando desconheço o que eu realmente posso ser. Peço que você tenha paciência grátis e um colo que não faça feriadão. Que me ensine mais, a cada dia, o meu. E o seu.

Eu preciso aprender a ser menos. Menos dramática. Menos intensa. Menos exagerada. Alguém já desejou isso na vida: ser menos? Pois é. Estranho. Mas eu preciso. Nesse minuto, nesse segundo, por favor, me bloqueie o coração, me cale o pensamento, me dê uma droga forte para tranqüilizar a alma. Porque eu preciso. E preciso muito. Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume, andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega, não tropeçar em mim mesma. Eu preciso respirar. Me aperte o pause, me deixe em stand by, eu não dou conta do meu coração que quer muito. Eu preciso desatar o nó. Eu preciso sentir menos, sonhar menos, amar menos, sofrer menos ainda. Aonde está a placa de PARE bem no meio da minha frase? Confesso: eu não consigo. Nada em mim pára, nada em mim é morno, nada é pouco, não existe sinal vermelho no meu caminho que se abre e me chama. E eu vou... Com o coração na mochila, rímel nos olhos, o sorriso e a dúvida, a coragem e o medo, mas vou. Não digo: "estou indo", não digo: "daqui a pouco", nada tem hora a não ser agora. Existe aí algum remedinho para não-sentir? Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento? Quer saber? Existe. Existe e eu preciso. Preciso e não quero."
“O amor não é uma desculpa. Você não pode justificar o ciúme com o amor. Sinto ciúme de você porque te amo demais. Eu já disse isso, mas hoje vejo diferente. Se eu amo demais, o problema é meu. Dizer que ama e quantificar o amor só serve para quem sente. Se eu tenho o maior amor do mundo, o mais puro e o que mais me faz feliz o problema é exclusivamente meu. Sabe por quê? Não importa o amor que eu sinto, não para o outro. Para o outro importa como eu demonstro, me comporto e vivo esse amor. O que adianta eu dizer que o meu amor é o mais puro de todos se eu não mostro isso? O amor não é uma palavra bonita. O maior problema do mundo, hoje, é esse. As pessoas acham que falar basta. Não, falar não basta. O amor não tem que ser dito, ele precisa ser sentido, senão ele não sobrevive.”




Autor Desconhecido.

"E eu quero brincar de esconde-esconde, te emprestar minhas roupas, dizer que amo seus sapatos, sentar na escada enquanto você toma banho, e massagear seu pescoço. E beijar seu rosto, segurar sua mão e sair p'ra andar. Não ligar quando você comer minha comida, e te encontrar numa lanchonete p'ra falar sobre o dia. Falar sobre o seu dia e rir da sua paranóia. E te dar fitas que você não ouve, ver filmes ótimos, ver filmes horríveis. E te contar sobre o programa de TV que assisti na noite anterior e não rir das suas piadas. Te querer pela manhã, mas deixar você dormir mais um pouco. Te dizer o quanto adoro seus olhos, seus lábios, seu pescoço, sua bunda. Sentar na escada, fumando, até seus vizinhos chegarem em casa, sentar na escada, fumando, até você chegar em casa. Me preocupar quando você está atrasado, e me surpreender quando você chega cedo. E te dar girassóis e ir à sua festa e dançar. Me arrepender quando estou errado e feliz quando você me perdoa. Olhar suas fotos e querer ter te conhecido desde sempre. Ouvir sua voz no meu ouvido, sentir sua pele na minha pele, e ficar assustada quando você se irrita. Eu digo que você está linda, e te abraçar quando você estiver aflita, e te apoiar quando você estiver magoada, te querer quando te cheiro, e te irritar quando te toco e choramingar quando estou ao seu lado. E choramingar quando não estou. Debruçar-me no seu peito, te sufocar de noite e sentir frio quando você puxa o cobertor e sentir calor quando você não puxa. Me derreter quando você sorri, me desarmar quando você ri. Mas não entender como você pode achar que estou rejeitando você quando eu não estou te rejeitando, e pensar como você pôde pensar que eu te rejeitaria. E me perguntar quem você é, mas te aceitar do mesmo jeito. E te contar sobre o "tree angel", "o menino da floresta encantada" que voou todo o oceano porque ele te amava. Comprar presentes que você não quer e devolvê-los denovo. E te pedir em casamento, e você dizer "não" denovo mas continuar pedindo, porque embora você ache que não era de verdade mas sempre foi sério, desde a primeira vez que pedi. Ando pela cidade pensando. É vazio sem você mas eu quero o que você quiser e penso. Estou me perdendo, mas vou contar o pior de mim e tentar dar o melhor de mim porque você não merece nada menos que isso. Responder suas perguntas quando prefiro não responder, e dizer a verdade mesmo que eu não queira, e tentar ser honesto porque sei que você prefere. E achar que tudo acabou, espera só mais dez minutos antes de me tirar da sua vida. Esquecer quem eu sou e me deixar tentar chegar mais perto de você. E de alguma forma, de alguma forma, de alguma forma compartilhar um pouco do irresistível, imortal, poderoso, incondicional, envolvente, enriquecedor, agregador, atual, infinito amor que eu tenho por você."

Dirigido por Michael Tamman & Richard Jakes.
Os atores são Christopher Dunlop e Fiona Pearce.
Gravado em um telhado, em Londres. 

sexta-feira, 28 de maio de 2010

oi sexta feira. adeus sexta feira

Sabe quando o dia parece que vai ser bom, até você sentir um grau de indiferença de alguém que você tanto gosta? Parece que tudo muda,  e o chão cai. Não sei se sou a unica, mas odeio me sentir assim.. indiferença, ciumes, medo, nunca foram uma parte boa de mim, nunca! Nunca soube lidar com isso de uma forma, digamos  prudente. Já terminei relacionamento, ja mudei amizades, por não saber me comportar em relação a isso, e por sofrer. Queria na verdade, hoje, pelo menos hoje.. com todas as formas existentes.. esquecer de tudo, e todos, sem nenhuma excessão, e ir pra algum lugar e fingir que lá tudo é perfeito.. mas infelizmente não dá. Não pense que não sou e não estou feliz.. não! Só estou em um momento confuso, que se mistura com perda, e vontade de não perder. Por que quando tu larga mão de tanta coisa, ignora outras, passa por cima de umas.. não é aceitavel precisar começar de novo. Minha sexta feira foi assim, tensa. .. eu só não quero deixar algo tão bonito, evaporar. Está evaporando não é? está sumindo.. me desculpe. mas agora eu não vou mais acreditar que tudo vai melhorar, se você não me mostrar.  adeus sexta feira, que venha meu sabado, mas que venha bonito.. e me traga felicidade.

Eu sempre fui do tipo de garota que se apaixona. Antes dos cinco, não me imaginava sem meu travesseiro. Não era qualquer travesseiro, era o meu. O único. Tinha cheiro de alguma coisa, que nada mais no mundo tinha. Ele me entendia, e era mais que meu melhor amigo. Minha companhia de quanto minha mãe dizia não, ou quando me obrigava a dizer sim. Mas, eu tive que o deixar, ou ele me deixou. Não lembro. Depois de algum tempo conheci o edson, o idiota do sorriso mais bonito do mundo. Estou falando a verdade, eu não era a única que achava, a sala toda, até a professora. Tenho certeza absoluta que ela também era apaixonada por ele, disfarçava mal. Mas, também como não ser? Ele andava com os retardados mais velhos, e era o único que sorria para mim. Bom, pelo menos longe deles. Eu não ligava, nem ele. Eu o amava, e o namorava, e gastava seu nome em meu caderno. Ele não sabia, era secreto. Ok, eu cometi um erro. Contei. Ele nunca mais sorriu, nem longe, nem perto, nem em lugar nenhum. Perdi um amor por tentar contistá-lo. Mas, aprendi que algumas coisas não devem ser ditas, e nem mandadas dizer (se é que você me entende).  Coisas desse tipo devem ser engolidas, até a digestão terminar. Até nascer a fome de novo, até o tempo passar. As coisas costumavam a me deixar, até eu fazer isso pela primeira vez. Aconteceu na adolescência, ou no fim dela. Acredite, quando se deixa alguém uma vez, isso acaba se tornando viciante. Bom, pelo menos foi para mim. Vieram dezenas de outros caras, que sinceramente não merecem ter seus nomes nesse texto. Não conseguiram manter meu coração acelerado por muito tempo. Pisavam sempre no freio na segunda ou terceiro semana. Péssimos motoristas. Morro de medo que as pessoas pensem que eu não presto, e que não entendam que minhas necessidades não são físicas.  Eu não sou a puta do ensino médio que já ficou com todos os alunos da escola. Eu apenas necessito de adrenalina, e de alguém que realmente saiba dirigir um carro.  Eu achei que tinha encontrado. mas a cada dia que passa vejo esse motorista mesmo com velocidade, sem bater, sem frear, sumir de mim..

quinta-feira, 27 de maio de 2010



Talvez eu e Alice não estavamos perdidas. Talvez só estavamos esperando alguém nos encontrar.
O mundo infelizmente não gira á nosso favor: gira contra nós, para que possamos ter tempo o suficiente para entender esse ciclo, esse complexo chamado de vida.


nunca achei que eu fosse uma pessoa boa o bastante pra fugir das coisas que olho, nunca mesmo. Nada é perfeito, e nada é 100% favoravel, sim, eu aceito isso, eu sei disso. Mas tem coisas que machucam, que ferem. E só quem vivencia sabe bem. é aterrorizante pensar na perda,  é aquela história de nadar e nadar e morrer no meio da praia. Você muda tanta coisa, mesmo que não seja notada... larga tanta coisa, passa por cima de tanta coisa. pra que? Odeio a forma das pessoas falarem e agirem diferente, não tem algo que eu odeie mais, odeio a forma contraditoria, odeio sentir a indiferença, odeio. Não, eu não sou perfeita. nunca fui, se duvidar sou pior do que você. Ou não. Não quero ser boa pra você, nem pra ninguem. Quero ser boa pra mim, pra me sentir feliz. Sendo assim serei boa para aqueles que eu amo. Não quero me sentir fraca, não quero duvidar, não quero sofrer. é algo tão insano. Eu quero seguir adiante mesmo que seja com os olhos vendados,  quero ouvir o barulho intenso do silêncio, quero lutar sobre cordas bambas, quero enxergar em meio a escuridão, quero desfrutar essa bebida amarga que me foi servida,
e engolir seco esse fato que me consome. alias, eu sou forte, não sou?!
nossas vidas normais é tão fascinante. Dia e noite, semanas, meses e anos. Apartamentos acesos. Sinais fechados. Fast food. Outdoor. TV a cabo. constantemente mutável, facilmente alterado são as nossas escolhas, nossos os rumos, o tempo. a conspiração eterna do acaso. a luta invencível em busca do porque. as razões somadas, são nulas. o que te faz escrever torto nas entre-linhas desse horizonte? Porque seríamos nós tão frágeis? A ponto de nos transformar em cerca de segundos de acordo com o comodismo? Por que somos tão calculistas? tão imprestaveis, ao pé da letra. Por que servimos pra tantas coissa insignificantes e para outras não. Por que você deixaria o amor da sua vida partir? por medo? Por que deixaria de amar alguem? por medo? O mundo hoje parecer ser tão previsivel. E eu não queria, não quero ser mais uma.
A Lista
Oswaldo Montenegro
Composição: Oswaldo Montenegro

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia :(
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar! :(
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?

"...Perceber da onde veio a vida. Por onde entrei deve haver ter uma saída, mas tudo fica sustentado pela fé, na verdade, ninguém sabe o que é. Eu não sei na verdade quem sou, já tentei calcular meu valor. Mas sempre o encontro sorriso e meu paraíso é onde estou. Eu não sei na verdade quem sou..."

Eu Não Sei Na Verdade Quem Sou - O Teatro Mágico

sábado, 1 de maio de 2010


Hoje eu chorei; percebi que amizades nem sempre são eternas, a verdade é, depois de um tempo cada uma vai para um lado, segue sua vida, e logo após é como se fossem duas estranhas, que um dia foram super amigas.
Hoje eu chorei; vi que a unica coisa que me restou foram boas lembranças, de uma época que eu não pensei que iria acabar, constatei que os amigos nem sempre são verdadeiros, e que muitas vezes eles não querem o nosso bem.
Hoje eu chorei; vi dois lados da face de uma realidade que eu pensei que não existia, aquela pessoa que eu achei que me defenderia até os últimos segundos, pareço não mais conhecer.
Hoje eu chorei; encontrei o que eu não queria, um novo começo, mais agora sem nenhum deles ao meu lado.
Hoje eu chorei.

sábado, 24 de abril de 2010

se algo do passado ainda mexe com tua cabeça, ainda te deixa com aquele nervoso, aquele friozinho na barriga, ou ate mesmo aquela felicidade, é por que aquele algo do passado na verdade, nunca foi passado.. Doi demais falar isso, doi demais da minha opnião assim, mas iria doer mais, agir como se não tivesse enxergando nada. Por um tempo pensei, imaginei, criei, ilusionei, que era tudo diferente. Queria poder ser a unica a te causar todos esses sentimentos agradaveis. sei la. minha cabeça tá tão confusa. Hoje, eu só queria uma explicação pra tudo, eu só queria dormir dormir dormir. e esquecer de tudo, ate de você, se assim fosse melhor. mas eu sou incapaz.
Paro pra pensar em tudo o que aconteceu, e dou de cara com o fim. Fim ?   Eu queria poder descobrir o que tem aí por de trás de você. Eu queria saber se voce realmente me ama, ou sente duvidas. Eu queria saber se tudo o que sente é real, eu só queria saber a verdade, e ter certeza. 
A morte, por si só, é uma piada pronta. Morrer é ridículo.
Você combinou de jantar com a namorada,
está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem,
precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no
carro e no meio da tarde morre. Como assim?
E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?
Não sei de onde tiraram esta idéia:
MORRER!!!
A troco? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio
estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente. Praticou muita educação física, (
ou não)
quase perdeu o fôlego, mas não desistiu. Passou madrugadas sem dormir para
estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer
da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora
de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente...
De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway,
numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.
Qual é?
Morrer é um chiste.
Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém,
sem ter dançado com a garota mais linda, ou garito
sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.
Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e
penduradas também algumas contas.
Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas,
a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.
Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu.
Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce,
caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina,
começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer.
Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte
costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manhã.
Isso é para ser levado a sério? Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o
sono eterno pode ser bem-vindo. Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não
acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase
nada guardado nas gavetas.
Ok, hora de descansar em paz.
Mas antes de viver tudo? Morrer cedo é uma transgressão,
desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero.
E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça.
Por isso viva tudo que há para viver.
Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da Vida... Perdoe...
Sempre!!!          
      Pedro Bial

quarta-feira, 14 de abril de 2010

mudaram as estações, nada mudou.. mas eu sei alguma coisa aconteceu, tá tudo assim tão diferente... se lembra quando a gente, chegou um dia acreditar, que tudo era pra sempre, sem saber.. o pra sempre sempre acaba. Mas nada vai conseguir mudar.. o que ficou, quando penso em alguém só penso em vocês, dai então estamos bem, mesmo com tantos motivos pra deixar tudo como estar.. nem desistir nem tentar agora tanto faz... estamos indo de volta pra casa.

domingo, 28 de março de 2010



Coisas para se fazer antes de 2012

Dar uma festa em casa enquanto os pais viajam.
Sair escondido.
Cair na piscina, a noite, de roupa e tudo. ok
Começar uma guerra de comida. ok
Entrar em uma festa pela porta dos fundos.
Sair de pijama.ok
Passar três dias acordado.
Transar com seu melhor amigo.
Ficar com o professor.
Encontrar alguém que conheceu na internet.
Ficar com alguém dez anos mais velho que você.
Fazer uma tatoo.
Ficar bebado e, no dia seguinte, não lembrar mais de nada.
Ir pra uma festa de onibus.ok
Banhar pelado na piscina.
Criar uma banda sem saber tocar nada.
Brigar com um desconhecido.ok
Fugir da escola. ok shus
Usar a melhor roupa pra ir ao mercado. ok
Roubar o namorado de alguém.ok
Fingir ser estrangeiro e falar um idioma que não existe. ok
Se apaixonar a primeira vista. ok
Ficar com o namorado da sua melhor amiga.
Trocar de "ficante" com sua amiga.
Pular de uma montanha e cair na água.
Ser a última pessoa a sair do shopping.ok
Mandar uma mensagem no rádio pra alguém.ok SASU
Passar trote como se fosse a namorada de alguém.ok
Entrar no BBB.
Dizer pra mãe que vai na igreja e ir pra uma rave.
Entrar no bate-papo pra zoar.ok
Contar seus problemas pra um desconhecido.ok
Dançar uma música alta em um local publico.ok
Subir em algum lugar alto e gritar "EU SOU O REI DO MUNDO".
Botar algema em alguém e jogar a chave fora.
Alugar filme pornô escondida pra assisitir com suas amigas.ok
Ir na farmacia pra comprar um teste de gravidez brincando.
Ter um peixe e ficar conversando com ele.
Participar de um protesto.ok
Ter o melhor sexo da sua vida com um idiota.
Dizer "eu te amo" pra um desconhecido.
Ir ao mercado e pegar 20 caixas de preservativos, botar dentro do carrinho e ficar desfilando.
Se esconder atrás das roupas em uma loja e dar um susto em alguém quando for pegar as roupas.ok
Ir à uma boate gay.ok
Pegar seu primo.
Cantar uma música alto no onibus (...) ok 
Ir a uma praia de nudismo.
Entrar em uma loja e pegar chocolate escondido.ok
Chorar vendo um desenho.ok
Ter um diário secreto.ok
Entrar no cinema escondido.
Ficar com alguém que você nunca viu na vida.ok
Sair de casa pra comprar pão e voltar só no dia seguinte.

quinta-feira, 25 de março de 2010

e vocês acham mesmo que algo separa?


prima, amiga, irmã.

sempre foi assim, sem será.
Cansei de pessoas me dizendo o que fazer, como agir, o que falar. Eu sou humana, por isso erro, sinto, sorrio, falo, ajo e não pretendo nunca ser um robô da sociedade.Quero viver a minha vida segundo as minhas regras, que vamos combinar, são muito melhores que as impostas pela sociedade. Por quê tenho que seguir as tendências da moda? Por quê tenho que falar um língua que é considerada "universal" ? A minha língua, o meu país é universal pra mim, e isso basta! Eu quero olhar para mim e ver minha essência, minha cultura, meus valores, minha alma. Chega de paradigmas, chega de regras, chega de imposição. A partir de hoje serei quem sou, e não importa o que falem de mim, estarei muito bem com a minha consciência.
Poderíamos pegar nossas malas e atingir o céu. Daí voe, para longe daqui, pra qualquer lugar. É, eu não ligo se nós só voarmos pra longe daqui. Nosssas esperanças e sonhos foram para algum lugar. Você não vê um céu mais azul agora? Você poderia ter uma condução melhor agora, abra os seus olhos. Porque ninguém aqui pode se quer nos conter, eles podem até tentar, mas nós não vamos deixá-los de modo algum. Talvez você e eu, poderíamos pegar nossas malas e atingir o céu ♫

(Aerosmith - Fly Away From Here)
— Eu te amo
— Mas isso não é o suficiente 
— Para você, o que é suficiente?
— Eu não sei, só sei que  o que você sente não é tão valido para mim. 
— E quando você disse que me amava?
— Eu menti, como sempre. 
— Você não vale uma gota das minhas lágrimas. 
— Isso mesmo, você demorou pra entender. 
— Adeus! 
E se foi. E só se ouviu sussurros em seguida, como quando falamos na esperança de alguém ouvir...
— Eu também te amo, minha pequena.

domingo, 14 de março de 2010

to considerando miinha saúde péssima, tem horas que penso que vou morrer, mais um motivo pra eu parar de vez com essas porcarias que eu costumava/costumo consumir. Pelo menos não posso morrer antes de me por dentro de uma igreja, podem rir mas eu estou falando sério, to cagando de medo de ir pro inferno D: rs. As vezes, em alguns momentos eu paro pra pensar... paro pra pensar em tudo.. e realmente não sei pra que viver, pra que esta aqui, pra que digitar todas essas besteiras.. que talvez só me aliviem um pouco, mas todos sabem qe nunca fará nada mudar. To considerando que estou numa nova fase da minha vida.. mas a verdade é que o medo de me machucar e sofrer ainda é existente em mim.. eu deveria ser forte o bastante de olhar e dizer foda-se o medo, não preciso dele..mas ele acaba vindo, me tomando ):. Acho que estou sendo mais misteriosa do que antes, e muitas vezes deixo a desejar... não digo isso no lado emocional, sentimental. mas sim amigavel, familiar (?). sei la. Nunca fui boa o bastante, isso eu sempre soube. Nunca precisei também que me apontassem meus defeitos, eles sempre estiveram obvios pra mim, sempre soube que não chegava nem perto da perfeição! Mas isso nunca me atrapalhou em nada rs.. nunca achei que seria um problema ser eu mesmo.. e ainda não acho. Sou alguém incapaz de mudar. posso mudar meu jeito de te olhar, de te abraçar, de cantar, correr.. de ouvir.. mas não consigo mudar o jeito de sentir, de imaginar, de gritar, fazer bico. Não é algo tão simples.. as vezes eu só preciso de alguem que me entenda.. talvez esse alguém nem exista.. talvez esse alguém seja eu mesma.. apenas eu. Ou não! A verdade é que  por mais que alguem me entenda, e que as vezes eu me sinta entendida por alguem rs. isso é de momento, amanhã eu tenho uma nova historia, um novo momento, uma nova burrada, uma nova merda pra ser feita , e alguém não me entenderá. e algumas vezes, eu vou querer ficar calada, por medo, ja percebeu como o medo existe no meu vocabulario? rs. enfim, se for capaz, tire isso de mim :(


É difícil quando a gente se sente mal pelo que as pessoas fazem conosco mas ainda assim nós não impomos nossos pensamentos e sentimentos por entender o outro lado da questão. Bom seria se entendessem o meu lado, mas como cada um é cada um, pelo menos eu faço a minha parte respeitando. Enquanto isso eu vou acumulando tudo e explodindo. 


A sua grosseria é a maior prova de que você ainda se importa.

Pode acontecer o que for, eu sempre vou ficar bem. Eu sou completa, o que acontece é que às vezes eu dôo um pedacinho meu pra alguém especial, mas pego de volta a hora que eu quiser.
Sentimentos opostos se juntam me fazendo gastar mais 24hrs questionando o que já não faz sentido. Um dia de cada vez e eu vou me equilibrando, ou enlouquecendo (...)

me dá um abraço?

quarta-feira, 10 de março de 2010

Eu não quero o mundo para me ver, porque eu não acho que eles entendem.
Você nunca me ouviu.


E nunca vai ouvir, não é, nunca vai me mostrar o que quer de verdade... né?
você não precisa de uma arma para matar uma pessoa. Palavras bastam.

Palavras demoram, são cruéis e matam aos poucos... e muitos. E mesmo assim, às vezes você nem percebe.
Você sempre lê meus textos,
eu vou fingindo que não vejo
Mas confesso que de vez em quando
é pra você que eu escrevo.
Metal, plástico, orgânico, recicl'ação.
Mas diz, quem aí pode dizer,
em qual caixa se joga um coração?
fisicamente improvável.

Desculpa,
mas tô cansada de agüentar todo mundo,
morando,

em diferentes
putas
que
pariram.
é que agora que eu te encontrei .. tenho medo que você me solte ;~
- Fecha a porta, Grazi
- A porta tá fechada.
- Não to falando daquela porta. Tô falando da sua cabecinha confusa... Põe tudo no lugar, arruma tudo. Você sabe como fazer.
- Você me ensinou.
- Você aprendeu.

quando a gente tem um sentimento forte.

A gente tem medo que alguma coisa aconteça.

Eu não sou uma princesa, isso não é um conto de fadas
Eu não sou aquela que você quer agradar
Conduzida pela escadaria
Isso não é Hollywood, esta é uma cidade pequena
[White Horse - Taylor Swift]

Chego a confundir minha cabeça com tudo que penso, com todas as coisas que falo, você costumava me ouvir, hoje já parece que  não tem tempo. Restou-me poucos segundos para me expressar, e com as melhores palavras possíveis eu não estou conseguindo usar.. não to conseguindo usar o jeito mais doce do mundo, não posso perguntar cheia de curiosidade como você está, como foi seu dia. minhas palavras estão curtas... não quero te chatear com meus sentimentos, vou sorrir para você, porque tudo está ótimo. E no meu ponto de vista, deve ficar assim, pois sou eu que acabarei sendo a vilã da história, e no final as desculpas vão sair da minha boca. sim, eu acho que sou uma bagunça de confusão.
 
Eu não sei por que você está me deixando
Mas eu sei que você deve ter suas razões
Há lágrimas em seus olhos,
eu assisto enquanto você chora
Mas está ficando tarde
[Too Close For Comfort - Mcfly] 

Nunca sabemos até onde ir. A hora de se calar. Somos desafiados dia a dia se superar, seria como lutar contra o espelho. Uma cobrança enorme, um desgasto emocional. Não consigo mais dormir a noite, e agora meus olhos estão pesados. Eu tento respirar fundo, olhar o outro lado, seguir em frente. Sinto falta das palavras que não escrevi, das músicas que não compus, das tardes felizes que não tivemos, dos beijos que ainda não beijei, da sua voz que quando eu mais precisava, quando eu mais quero ouvir. eu sei não sou otimista. No ritmo que o meu coração bate eu ando. 1, 2, 1, 2. E agora, quase voando, eu continuo a te amar..